Diana Couto conta como conseguiu fazer de um ano tão desafiador pela pandemia, seu melhor ano de vendas.

0

Venho de uma familia comerciantes, la do interior de SC.
E sózinha a sete anos atrás comecei do zero
meu negócio de Marketing de Rede através da vendas Diretas.
Desenvolvendo em paralelo a minha loja de roupas, comecei na construção da minha rede.
Com muitas erros e acertos, muito trabalho, buscando pessoas com essa mesma essência e desejo de construir liberdade financeira com propósito,
Acredito demais que o universo se encarrega de conectar as pessoas, e graças a um trabalho em equipe, muita união e garra, conquistamos algo extraordinário:
Me tornei a primeira mulher no Brasil a chegar no topo da liderança dessa multinacional americana, presente em 140 países.
Um patamar até então só conquistado por homens.

Hoje Tenho milhares de revendedores e empreendedores espalhados pelo Brasil e alguns países, onde ja estive palestrando, como Lisboa, Londres e Argentina.

Foram centenas de viagens palestrando e desenvolvendo novos líderes, hoje representamos a maior rede de liderança feminina da América Latina nessa empresa.

São muitas histórias de transformações de famílias que pude presenciar, e isso é o intangível, algo que dinheiro nenhum pode pagar, e o que mais me motiva a seguir formando novos líderes.

Na pandemia estava grávida, com casamento marcado e de repente tive que mudar todos os planos,
Foi super desafiador, mas consegui desenvolver um método de trabalho e uma mudança na mentalidade em grande parte do time, diante esse caos no mundo.
Resultado: Nos unimos mais do que munca, e fizemos de 2020 o maior e melhor mês de vendas da história. Meu time a vender como nunca…

Eu senti na pele que um líder demonstra quem ele é de verdade, nos momentos mais desafiadores, e quando conseguimos descobrir uma fórmula de nadar em meio a tempestades, quando ela passa a gente aprender a voar!

Na minha vida foi sempre assim, nadando em meio a tempestades fui desenvolvendo a minha força, alimentando a minha fé,  e quando ficava ruim para “todo mundo” eu crescia.
Tive inúmeros momentos assim durante a minha trajetória, e dessa vez não poderia ser diferente.

No início da pandemia, uni os principais líderes da minha equipe, em reuniões estratégicas e ressignificamos esse momento que estamos vivendo.
Ja que tínhamos apenas duas opções, ou ficávamos paralisados, amedrontados pelas notícias trágicas das mídias 24 horas por dia, ou desligaríamos a tv e tudo que roubava a nossa energia e iríamos para ação.

Afinal vendas é energia, emoção, conexão.
E em meio aquele turbilhão de notícias pesadas, comovendo o mundo inteiro, a gente conseguia passar ao nosso prospecto, leveza, empatia e acolhimento.  
Conseguimos passar tudo isso pelo on line.
Como  líder, fiz o que sempre acreditei ser o mais importante e essencial para motivar um time a crescer:
Ser o maior exemplo do que deve ser feito.
Em quanto a barriga crescia, as reuniões aconteciam de manhãa a tarde e à noite, sempre junto com o time!

Antes da pandemia, nossas reuniões e apresentações do projeto, eram todas presenciais.
Como além de produtos, vendemos a oportunidade de emprendeer.
Entendemos que para fechar negócio, a confiança é fundamental, e um time extremamente unido e motivado por um grande objetivo, que foi crescer em meio ao caos, nos levou a grandes conquistas.
Como ser o time destaque da companhia,
Tornamos o ano de 2020 o maior ano de vendas na nossa história.
Com isso provamos que não é o que acontece la fora que determina a nossa realidade.
Mas a nossa mentalidade, as nossas decisões e principalmente, as pessoas que estão ao nosso lado, é que determinam o quão longe podemos chegar.

Diana Couto

Diretora Diamante Jeunesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.